Eva e os homens de terno azul marinho


Muitas organizações sérias estão empenhadas em aumentar a diversidade dentro do seu quadro de funcionários. As mulheres ainda são minoria nas posições de liderança e ganham relativamente menos que os homens.

Contudo, existe uma imensa diferença entre equilibrar o número de mulheres nas organizações e balancear o uso das dimensões masculina e feminina em suas práticas.

Como o microcosmos é sempre uma cópia do macrocosmos, vamos resgatar o conceito de Logos, para nossa análise. Logos pode significar Vida, Todo, Verbo ou Caminho, por alguns chamado de TAO.

O Logos é formado pela força masculina do Pai, a criação, a vontade, os procedimentos, ilustrados nas organizações pelos homens de terno azul marinho.

A dimensão feminina do Logos representa um estágio mais depurado, avançado mesmo. Adão significa "terra vermelha"pois a dimensão masculina é a base de tudo. Já Eva, pode ser traduzida por coração ou mesmo, psiquê. São os andares superiores em qualquer prédio corporativo. Esta dimensão traz o cuidar, a sabedoria, o equilíbrio e os movimentos delicados e doces.

Deixar uma organização mais feminina deveria passar por abrir espaços para sermos mais cuidadosos e sábios em nossas escolhas. Não aceitarmos o ganho fácil e o lucro a qualquer preço. Não basta apenas equilibrar o número de homens e mulheres. Sem este balanço, as organizações continuarão predominantemente masculinas em sua forma de pensar, sentir e agir.

Mas é claro que o movimento de equilíbrio de gênero é positivo, além de todos os outros tipos de inclusão que levam à diversidade.

Quero apenas questionar se existe interesse e espaço para a valorização do cuidar e do sentir nas estruturas corporativas. Eva terá chance no mundo dos homens e mulheres de ternos azul marinho?

E ainda não falei da terceira dimensão do Logos, o Filho e seu movimento de destruição criativa. Mas isso fica para outro post.

0 visualização